Luis Silveirinha — Cortesía de Alecrim 50

Sing me a song

  • Nos desenhos de SING ME A SONG, Luis Silveirinha, traça linhas “numa segmentaridade organizada”, definindo novamente a sua geografia. Nestes, explora canções indie, pop ou jazz que o contagiaram, regressa ao território, ao plano da consciência e também das emoções físicas que aproximam o desenho de um registo molecular, das imagens várias, que se sucedem, multiplicam e que se estabelecem no contacto com o real, mas onde, como diria Deleuze e Parnet “O real cai fora do plano como um fruto”.

  • Dónde

    Alecrim 50 / Lisboa, Portugal
  • Inauguración

    10 may de 2018

  • Artistas que participan en Sing me a song



Recibe alertas de eventos como éste

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

descargar