Ali, esquecidos do peso das coisas

Luísa's Weeding

  • Entidades Organizadoras

    Galeria Fernando Santos
  • Priscila Fernandes (Coimbra, 1981) é uma artista portuguesa que vive em Roterdão, Países Baixos. Mantendo uma continuada e consistente carreira internacional, atualmente leciona na Gerrit Rietveld Academie em Amesterdão. Mediante uma sistemática reflexão sobre os sistemas de representação, educação e socialização nas sociedades modernas, a artista tem vindo a utilizar um amplo espectro de meios, como o vídeo, a instalação, a fotografia e o desenho para cartografar uma visão que cristaliza o modo como se estruturaram modelos de convivialidade, trabalho e desenvolvimento comportamental. Partindo de narrativas históricas (como por exemplo na figura de pedagogos ou pintores modernistas) ou ficcionadas (onde as utopias servem de metáfora para a fuga ao convencional), Priscila Fernandes estabelece paralelos inesperados entre mecanismos de jogo e estruturas de organização de trabalho, entre a aprendizagem e o condicionamento social. Se essa linha de trabalho lhe deu reconhecimento nacional e internacional (nomeadamente com o Prémio Edp Novos Artistas em 2011 ou a participação na Bienal de São Paulo em 2016), a presente exposição, intitulada Luísa’s Wedding poderia ser percebida como um ponto de rutura com práticas e métodos anteriores. Formalmente concebida a partir das tradicionais disciplinas da pintura e do desenho, esta mostra remete, no entanto, para uma recorrente matriz conceptual que ancora grande parte da prática desta autora: a adequação de uma linguagem plástica a um determinado contexto propositivo – a tensão que daí pode advir -, e os jogos percetivos, ainda que histórica e socialmente condicionados, que dispositivos como a cor e a composição reclamam do espectador. Luísa’s Wedding é uma exposição libertária, fluída, onde o prazer assume um devir político. Nestas pinturas onde corpos gravitam sem regra, o cânone é o da felicidade do encontro, do toque, da miscigenação e diluição de fronteiras entre géneros. O prazer do lazer em intervalo existencial do determinismo racional da suposta eficácia económica e social. A arte como possibilidade de abrir parêntesis significativos no expectável. É esta a discreta magnitude da presente proposta de Priscila Fernandes. Miguel von Hafe Pérez, 2018 (A Galeria e a artista agradecem o apoio concedido pela In4Art e Mondriaan Fonds, Países Baixos.)

  • Horario

    Lunes y Sábado: 15h - 19:30h; Martes a Viernes: 10h - 12:30h y 15h - 19:30h
  • Dónde

    Galeria Fernando Santos / Oporto, Porto, Portugal
  • Inauguración

    21 abr de 2018  /  16:30

  • Artistas que participan en Luísa's Weeding



Recibe alertas de eventos como éste

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

descargar