Asarotos Oikos

  • Residência-performance [fotografia/ instalação] de Eugenio Ampudia com Associação de Marisqueiros de Vila do Bispo, Vila do Bispo, Abril 2015. Durante duas semanas, em Vila do Bispo, o artista acompanhou os mariscadores algarvios na procura de percebes, um trabalho de alto risco e enorme perigosidade que implica a descida de falésias e a permanência nas águas frias do Atlântico. A percebada, festa comunitária e celebração sibarita da vida e do prazer de comer, permite aos recolectores algarvios a participação no processo de criação de um padrão de um asarotos oikos, o chão por varrer de tradição clássica. Neste processo Eugénio Ampudia foi acompanhado pelo fotógrafo Pedro Albornoz e Miki Leal, e pela equipe curatorial e de produção do Mar e Montanha.

  • Dónde

    Online
  • Inauguración

    13 abr de 2015


Recibe alertas de eventos como éste

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

descargar