Arquitetos Keil do Amaral e Carlos Ramos. Estádio de Bagdade 1966 — Cortesía de la Fundação Calouste Gulbenkian

Arte e Arquitetura entre Lisboa e Bagdade

  • Incluída no ciclo conversas da programação do Museu Calouste Gulbenkian, a exposição Arte e Arquitetura entre Lisboa e Bagdade usa a Semana Cultural de 1966, e o núcleo de arte iraquiana então reunido, como eixo central de uma reflexão sobre a importância que a estratégia de apoio ao desenvolvimento então ensaiada pela Fundação no Iraque teve, não apenas para um país em modernização mas também para uma instituição nascente em busca de afirmação internacional, no Médio Oriente com especial urgência. Uma seleção de obras de arte – muitas nunca apresentadas em Portugal – e de documentos originais dos Arquivos Gulbenkian ilustrará tanto a organização e montagem da Semana Cultural e a constituição do núcleo de arte iraquiana da Coleção Moderna, quanto o planeamento, desenho e realização do Centro Gulbenkian de Arte Moderna e do Estádio do Povo, objetos-chave da estratégia de diplomacia ‘soft power’ da FCG e testemunhos de um período de intenso intercâmbio de culturas – artística, arquitetónica e tecnológica – entre Portugal e o Iraque. Projeto promovido pelo Museu Calouste Gulbenkian e pela Biblioteca de Arte e Arquivos Gulbenkian, com o apoio do Serviço de Bolsas e do Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas.

  • Horario

    10:00 até 18:00
  • Dónde

    Museu Calouste Gulbenkian - Fundação Calouste Gulbenkian / Lisboa, Portugal
  • Inauguración

    26 oct de 2018

  • Comisarios/Curadores de Arte e Arquitetura entre Lisboa e Bagdade



Recibe alertas de eventos como éste

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

descargar